Máscara PFF2 / N95 / KN95 adulto laranja - pacote 50 unidades 5 camadas duplo meltblow BFE 98% + feltro de coton + tnt spunbond hospitalar hipoalergenico

Máscara PFF2 / N95 / KN95 adulto laranja - pacote 50 unidades 5 camadas duplo meltblow BFE 98% + feltro de coton + tnt spunbond hospitalar hipoalergenico

Destaque Lançamento

Marca: EXMEDI Modelo: PFF2 / N95 / KN95 Disponibilidade: Imediata Referência: 367


De R$ 249,99
Por:
R$ 189,99
Economize  R$ 60,00

ou 12x de R$ 19,61 com juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

EXMEDI FABRICANTE DE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES 

 

No Brasil a máscara de proteção facial filtrante recebe a nomenclatura PFF2 (peça facial filtrante), enquanto nos Estados Unidos usa-se N95, que se refere a uma classificação para aerossóis, mas elas são similares, assim como a KN95, produzida na China. 

 

Feita em fibra sintética, a PFF2-N95 possui cinco camadas de filtragem, sendo cinco camadas de TNT sponbound e meltblow. A PFF2-N95 é na cor branca, possui elásticos na orelha de 17,5 centímetros revestidos de poliéster que contribuem para evitar o contato com a área de exposição, e uma tira metálica para ajuste no nariz.  

 

Os materiais são atóxicos e hipoalérgicos. A máscara é utilizada para conter poeira, névoa, fumo e tem eficácia de 95% na contenção de micropartículas, como as gotículas de saliva, além de micro aerossóis (partículas ainda menores que as gotículas, que permanecem suspensas no ar por algumas horas). Para maior segurança, o respirador N95 da Extecmedical é vedado em todas as extremidades por soldagem eletrônica, ficando livre de costura aparentes ou imperfeições que possam causar um desconforto.

 

De acordo com a resolução da ANVISA RDC 448 de 15 de dezembro de 2020, as máscaras da Extec Medical são lisas, sem marcas ou grafia no produto conforme exigência da Anvisa. As máscaras são descartáveis, mas caso haja necessidade de reutilização, elas devem ter um descanso de 7 a 10 dias em local sem exposição ao sol, seco e arejado. É necessária a atenção na pós-lavagem observando se ela mantém a vedação e se não há desgastes que podem interferir na funcionalidade. Por isso é bom ter mais de uma máscara PFF-2 (N-95), se possível, uma para cada dia da semana.

 

PFF2-S EXMEDI - Relatório de Ensaio do INMETRO  

Nº LEP/414.324/1/B/21  

 

CARACTERÍSTICAS Composição: Confeccionado em cinco camadas, sendo: camada externa de fibra sintética de polipropileno; camada meio de fibras sintética estrutural; camada filtrante de fibra sintética com tratamento eletrostático meltblown, camada interna de fibra sintética de contato facial. Com tirantes de elástico nas orelhas revestido em poliéster para sustentação da peça facial e tira metálica para ajuste sobre o septo nasal. Materiais atóxicos e hipoalergênicos. Cor: Branca. 

 

DESEMPENHO Este respirador enquadra-se na categoria D.1 b) peça semifacial filtrante (PFF2) para proteção das vias respiratórias contra poeiras, névoas e fumos. Respirador conforme norma NBR 13698 para Peça Semifacial Filtrante. Penetração máxima através do filtro (1) 6% Resistência máxima a inalação (2) 240 Pa Resistência máxima a exalação (2) 300 Pa - Classificação de risco: I. Certificação INMETRO em conformidade com os requisitos estabelecidos pela Portaria nº 561, de 23 de dezembro de 2014. 

CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE • Deve ser mantido em local limpo, seco e ventilado, e protegido contra agentes físicos e químicos entre outros que ofereça dano ao produto. • Temperatura entre: -20 °C á 40 °C. • Umidade relativa máxima: < 95% • Empilhamento máximo: 10 caixas. 

 

VIDA ÚTIL : Descarte o respirador após no máximo o uso por um turno de trabalho, se aplicável. (conforme NBR 13698). Substitua-o quando estiver rasgado, saturado ou com elástico solto ou rompido. A saturação varia em função da concentração dos contaminantes, frequência respiratória do usuário, temperatura e umidade relativa do ambiente que devem ser avaliados pelo responsável sobre a determinação do uso de EPI. Produto sem manutenção e de uso pessoal e intransferível. (1) Além dos ensaios mencionado nas notas (2) e (3), outros são requeridos pela norma NBR 13698, tais como Inflamabilidade, tração na válvula de exalação, vazamento na válvula de exalação, entre outros. Somente após comprovação de eficiência em todos os requisitos o respirador é considerado aprovado e recebe o Certificado INMETRO(2) Ensaios são realizados em laboratório, em equipamento utilizando aerossol de cloreto de sódio (NaCl) com diâmetro entre 0,3 e 0,6 mícron e vazão de ar igual a 95 litros/min. (3) Ensaio realizado em laboratório, em equipamentos com fluxo contínuo de ar de 30, 95 e 160 litros/min. Este produto também oferece BFE (Eficiência de Filtração Bacteriológica)* >99% contra bioaerossóis potencialmente contaminados, gerados pelo usuário do respirador, o que lhe permite ser utilizado também como máscara cirúrgica em procedimentos que requerem a proteção do campo estéril. * Eficiência de Filtração Bacteriológica (BFE) determinada segundo o método ASTM F2101 (Standard Test Method for Evaluating the Bacterial Filtration Efficiency – BFE – of Medical Face Mask Materials, Using a Biological Aerosol of Staphylococcus aureus). 

  

  

INDICAÇÃO DE USO • Indicado para proteção das vias respiratórias dos trabalhadores da área da saúde contra exposição de agentes biológicos causadores de tuberculose, rubéola, gripes em geral, varicela, sarampo, etc. e certos aerodispersóides em faixa de tamanho de partículas de 0,1 a 10 micra (diâmetro aerodinâmico médio) ou maiores, incluindo as geradas por eletrocautério, cirurgia a laser entre outros instrumentos médicos elétricos. • Proteção das vias respiratórias em procedimentos com risco de projeções de sangue entre outros fluídos corpóreos potencialmente contagiosos. Neste caso é recomendado o uso dos demais equipamentos de segurança. • Este respirador oferece EFB - Eficiência de Filtração Bacteriológica > 99% e resistência a penetração de sangue e outros fluidos corpóreos. • Somente para uso contra aerossóis sólidos e líquidos base água, poeiras, névoas e fumos, nas áreas de manutenção. Deve ser utilizado mediante o conhecimento e aprovação das áreas de Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho ou responsável pela empresa. É de uso pessoal e intransferível. 

 

VALIDADE 03 anos após a data de fabricação. 

 

LIMITAÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS • Não utilize este respirador para gases, vapores orgânicos, atmosfera explosiva e com oxigênio menor que 19,5% (Imediatamente Perigosa a Vida e a Saúde). • Não utilize para poeiras e névoas em concentrações acima de 10 vezes seu limite de tolerância e com limite de exposição menor que 0.05 mg/m³. • Não deve ser utilizado por pessoas com barbas ou cicatrizes profundas na face do usuário na área de vedação da PFF. • Deixe imediatamente a área contaminada se sentir tontura, náuseas ou outro tipo de mal estar. • Somente para uso contra aerossóis sólidos e líquidos base água. ATENÇÃO • No surgimento de problemas respiratórios ou irritação, suspenda o uso e procure atendimento médico. 

 

INSTRUÇÕES DE USO Antes do uso deste respirador, um programa de proteção respiratória deve ser elaborado atendendo a todos os requisitos das normas existentes e a Instrução Normativa no. 1 do Brasil de 11 de abril de 1994, a qual exige que o usuário seja devidamente treinado e passe por um ensaio de vedação. 1. Abra o respirador 2. Com o clipe nasal voltado para frente, posicione os elásticos na orelha. 3. Encaixe-o sobre o queixo levando a outra alça sobre a nuca acima das orelhas. 4. Acerte o respirador na face, as cintas elásticas para que não fiquem torcidas e ajuste a tira metálica sobre o nariz. 5. Teste de selagem: com as duas mãos em concha, cubra o máximo a superfície do respirador sem comprimi-lo contra a face e exale fortemente, o ar não deverá vazar pelas laterais. 6. Se identificar deficiência na vedação, ajuste a pressão do respirador sobre o rosto: • Segure a presilha apoiando o dedo indicador em sua extremidade e com a outra mão puxe a cinta elástica. • Após ajuste, flexione-as para distribuir as tensões adequadamente e repita o teste de selagem. 7. Quando não estiver em uso você pode descansá-lo sobre o peito. Retire apenas a cinta superior e feche-o com cuidado pelas pontas do clipe nasal, não contaminando o interior do respirador. Antes de fazer uso deste recurso, recomendamos que siga estritamente as recomendações do profissional de saúde e segurança, quanto ao uso, armazenamento e descarte adequado. A máscara PFf2 deve ser descartada após um turno de uso

INSTRUÇÕES DE REMOÇÃO Posicione uma das mãos sobre o respirador e com a outra, puxe a cinta elástica superior e passe-a pela cabeça, posteriormente repita o procedimento com a cinta inferior. 

 

CONSERVAÇÃO DO PRODUTO 1. Para fechar o respirador, aperte-o pelas pontas do clipe nasal, evitando vincar a região sobre o nariz, o que pode comprometer sua vedação. 2. Se tiver que manuseá-lo com a mão suja, faça-o pela parte externa. Não suje a parte interna do respirador. 3. Após o uso, guarde-o em um saco plástico em lugar limpo e seco. A embalagem proporciona proteção contra danos mecânicos e influência do meio ambiente e evite sinais de contaminação antes do uso, visualmente detectáveis. 

Informações sobre manutenção ( respirador sem manutenção ). 

  

EXMEDI COMERCIO DE PRODUTOS MEDICOS E HOSPITALARES LTDA - CNPJ: 41.843.247/0001-57 - 

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Confira os produtos